Trampolim

Trampolim

Por :Bruno Rocha

 

 

 

 

O deslocamento de indivíduos de um país para outro, de forma permanente ou temporária, geralmente devido a factores económicos, trabalhistas, sociológicos e políticos, não é novidade para o cabo-verdiano. O fenómeno emigratório sempre fez parte do dia a dia das famílias cabo-verdianas.Porém, ultimamente, tal fenómeno vem ganhando mais proporção ao nível desportivo. Depois do ouro conquistado pela selecção nacional de futebol na categoria sub 21 nos últimos jogos da lusofonia em Lisboa, o interesse de clubes e entidades estrangeiras por jovens futebolistas nacionais cresceu gradualmente. Em Cabo Verde, o futebol é, a todos os níveis, a mais importante modalidade desportiva, abrangendo todos os municípios do país.O êxito da selecção sub 21, fez com que, mais jovens que actuam nos campeonatos nacionais elevassem as suas aspirações e consequentemente elevaram as exibições,despertando desse modo, o interesse de clubes estrangeiros. O sonho de se tornar jogador profissional e de actuar na Europa é o escopo de qualquer praticante da modalidade, mesmo que tal se concretize num clube de pequeno porte, pois no fundo o seu escopo primordial é a obtenção de melhores condições de vida. Sob essa óptica cada vez mais são os jovens que vem se destacando nos seus campeonatos nacionais esperando por uma oportunidade de se aventurar no velho continente assim como faziam os seus antepassados embora por outros meios.

publicado por brpalavrassoltas às 03:32