Presumidamente inocente

                                                                           

 

 

 

  Presumidamente inocente

 

                                                                                                        Por: Bruno Rocha

 

A sociedade tem o mau hábito de julgar e condenar previamente sem conhecer os fatos um indivíduo que está sendo alvo de determinado processo, chegando mesmo a fazer juízos de valor sobre o processado antes mesmo da prolação da sentença judicial. A sociedade não leva em conta o princípio da presunção da inocência, pela qual todos são inocentes até se provar o contrário.Raramente passa pela cabeça daqueles que condenam previamente  o pressuposto criminoso ou infrator o fato de que as testemunhas do suposto crime/infração possam estar enganadas ou mesmo erradas, pois não passam de seres humanos, e errar é humano.Mas o meu escopo aqui é o de fazer com que a população pare com esse seu hábito de julgar e condenar previamente sem o conhecimento de todos os fatos o de ajuizar valores sobre os pressupostos criminosos, pois o direito não é uma ciência exata,e o resultado esperado poder não ser o que a sociedade desejava.Assim sendo, todos são presumidamente inocentes até se provar o contrário.

publicado por brpalavrassoltas às 00:54