ESCRAVOS DO COLETIVO

ESCRAVOS DO COLETIVO

 

                        Por: Bruno Rocha

 

 

 

  

Já lá vão os anos em que vivíamos sob o regime escravocrata... Será?De uns tempos para cá comecei a reparar que determinadas pessoas, ‘’formam’’ as suas opiniões com base no pensamento coletivo do meio em que se encontram. Embora sejamos seres eminentemente sociais, também temos que ter um pensamento coletivo?

Muitos dizem que a nossa personalidade se forma por aquilo que representamos, falamos , escrevemos, ou seja, as nossas expressões, aquilo que nos torna únicos, nos diferenciando uns dos outros. Assim sendo, podemos dizer que,se pensamos do jeito que o nosso meio pensa, sem ao menos indagar, somos seres sem personalidade?Sob essa ótica sim. Entendamos,se nós vivemos  em uma sociedade extremamente racista, preconceituosa,e nós agimos do mesmo modo, simplesmente porque nós fomos criados assim,então, somos sim personalidade.

Não podemos culpar o coletivo pelas nossas atitudes, possuímos o livre arbítrio, que é a capacidade de escolha pela vontade humana entre o bem e o mal, entre o certo e o errado, conscientemente conhecidos. Assim sendo não poderei aceitar como ‘’ desculpa’’do  individuo que não senta do meu lado num banco de ônibus por eu ser negro,ou daquele que ofende um homossexual   porque é crente em Deus e segundo as escrituras e os ensinamentos que recebeu homem só deve ficar com mulher e vice versa, o fato de que ele foi educado assim. Assim sendo a conclusão é uma só, trata-se de um ser que não possui nem livre arbítrio e nem personalidade.

Sejamos únicos, formemos nossas próprias opiniões e nunca coloquemos a causa dos nossos preconceitos no meio em que fomos criados.

 

 

 

 

publicado por brpalavrassoltas às 05:22